Follow by Email

terça-feira, 11 de outubro de 2011

Não seja a maçã podre do cesto!

Na quarta-feira passada, 5 de outubro, o mundo perdeu um dos maiores gênius da atualidade. A notícia da morte de Steve Jobs, foi assunto incessante nos dias próximos a fatídica data.


Hoje, quase uma semana depois... Quase não ouvimos mais sobre o assunto, a não ser pela capa da última edição da VEJA com o lendário da tecnologia sentado em uma maça feita de nuvem.


Guardadas as devidas proporções: NINGUÉM É INSUBSTITUÍVEL!


Toda maçã (carreira) pode apodrecer (dar errado), cabe a nós não ser a maçã podre do cesto e sempre inovar, incentivar e sair do lugar comum!


O próprio Jobs nomeou seu substituto. Pensem comigo, se o criador da Apple não foi insubstituível, imagina nós? Profissionais medíocres (no sentido de medianos).


Vivemos uma luta diária pelo sucesso profissional, mas o que fazemos, de fato para tornarmos nosso legado memorável? Porque sim, todos podemos ser memoráveis no que fazemos.


Vou deixar aqui pra vocês algumas famosas dicas de Steve, que gosto muito e tento seguir...



  1. NEVER STOP STUDYIND - Conhecimento nunca é demais, eu particularmente, acho um saco estudar... Mas tudo na vida exige esforço! E nós, mais do que ninguém, sabemos que graduação no século XXI não é garantia de sucesso profissional. O nosso homenageado do dia, não tinha formação acadêmica nenhuma, nem por isso deixou de ser um grande estudioso!
  2. SIMPLIFY - Se alguém não entender suas idéias, a culpa é sua!
  3. KEEP YOUR SECRETS - Essa parte eu tenho que aprender, e muito! 
  4. USE MORE CARROT THAN STICK - Essa é a que eu mais gosto!! O incentivo rende muito mais que a ameaça!

Enfim, quando eu crescer, quero olhar no espelho e enxergar uma profissional que mesmo se substituída, terá deixado seu legado por onde passou!

2 comentários:

  1. Percebe como a mudança de rotina contribui para o seu bem estar? Pela primeira vez você fez um post à tarde. Isso é em Goiânia, imagina no Hawaii? Fuck me...

    Tenho uma confissão a fazer. E é triste. Nunca tive um produto Apple. Nunca comprei nem um iPod do mais barato. Tive algumas oportunidades, mas nunca cheguei a vivenciar 100% a experiência da Apple. Mesmo assim, sabe o que acho muito bacana no Steve Jobs? Enquanto as regras do mundo corporativo te ensinam que o correto é investir em pesquisa e compartilhar projetos, ele mostrou que o talento e a percepção conseguem ser superioriores. Sempre pensei sobre isso, sempre fui aquele profissional que fazia questão de apresentar e sustentar ideias próprias. Quantas vezes não abandonamos uma ideia pois um superior diz que não tem referências em pesquisas ou qualificações sobre o público?

    Claro que isso não precisa despertar uma epidemia de "Stevies" por aí, mas é algo a se pensar.

    Quantas reflexões são possíveis a partir de Steve Jobs?

    ResponderExcluir
  2. Pois e Diogo, foi meu primeiro post a tarde a agora imagina que estou sem tempo para o Blog no Havai... rsrsrs

    E sobre as reflexoes sobre Steve... Podemos afzer quantas nos for conveniente! Mas o que mais gosto de dizer e que de nada adiantam reflexoes sem atitudes, seguir os passos de Steve, pode ser apenas tirar do papel aquela ideia ou vontade que parecia absurda... Como mudar-se para o Hawaii, por exemplo@!

    ResponderExcluir