Follow by Email

quinta-feira, 14 de julho de 2011

O outro lado da moeda

Ontem a noite fui aos shows do SPBC no Câmpus Samambaia da UFG e...muitas coisas me vieram à cabeça...

A começar pelo caminho, na rotatória do "Posto Amigão" caiu minha ficha que aquele mundo já me pertenceu (no passado) e naquele momento eu estava ali quase que como uma intrusa naquele universo universitário.

E o Câmpus sempre teve disso, nós sempre reclamamos da distância que é pra chegar no Itatiaia, mas nada tem mais cara de faculdade que aquele lugar, longe da civilização, com eventuiais exposições apresentações e manifestações nos pátios, os macacos...

Confesso que fiquei com muita saudade da faculdade e, momentaneamente, arrependida pela forma como passei por ela.

Enquanto eu estive estudante de publicidade e propaganda na famosa Facomb, nunca consegui SER uma universitária propriamente dita.

No segundo semestre do curso, já comecei um estágio e daí adiante não parei mais de trabalhar, o que é muito diferente de estagiar.

Minha prioridade era o trabalho, sempre achei que a vivência no mercado me traria muito mais aprendizado que os bancos das salas de aula.

E não acredito que eu esteja errada, mas pra tudo na vida tem o outro lado da moeda...

Com essa dedicação toda, perdi alguns momentos que jamais conseguirei recuperar.

A noite de ontem me trouxe um gostinho de quero mais de algo que não vivi com tanta intensidade. Depois de passadas as coisas, sempre pensamos que poderíamos ter feito melhor, né?

Pois é...Quero convidar vocês a mais um desafio:

Enxergar os dois lados de cada situação, de cada moeda que aparece no nosso caminho.

Não fui uma universitária por completo daqueles que fazia viagens à Pirinópolis na aula de fotografia da terça-feira a tarde(provavelmente estava em uma reunião), daqueles que se assustaria com a vida de recém-formada exigindo muito mais comprometimento com o mercado de trabalho (eu já estava inserida na realidade).

Entretanto, tive bons amigos, fiz boas viagens, bebi boas cervejas na pamonharia, matei aulas no Dacom, fui de ônibus pra aula, peguei carona...

Acho que consegui viver os dois lados da moeda.

E como a nostalgia faz parte... Uma homenagem a Turma da Década com o seu antes e depois!

7 comentários:

  1. xUU.. PODE CHORAR?! De verdade sinto um pouquinho de cada coisa que voce falou.. claro.. tive meus dias de estagiario normal, hehe mas sabe quando agora que acabou vejo o quanto deixamos de aproveitar um pouquinho mais tudo que tinhamos.. ai que saudade da facomb, do calor, de goiania, de voces... parece que a responsabilidade chegou antes mesmo da minha vontade de crescer de vez.. morro de saudades!! Adorei o Post!
    PS: Eramos tao hippies!!!

    laura

    ResponderExcluir
  2. Éramos??? E eu?? maculelê total..hehehehe
    Aii...dá muita saudade mesmo né?

    ResponderExcluir
  3. Migaaaaaa amei o post... Tb senti a mesma coisa... De ria ter aproveitaria mais e reclamado menos.... Adorei a. Foto nostalgia kkkkkkkkkk vc Tava tapo op. Diferente kkkkkkkkkk... Boa época q não esuqecerei jamais!!!!!!!!
    Bus
    Marcella Zoccoli ou Marcelão kkkkk

    ResponderExcluir
  4. Nossa o post foi todo errado aqui pq essa merda de iPad muda minhas palavras sozinho ok!

    ResponderExcluir
  5. Ah miga..pois é, mas olhando o outro lado da moeda...fizemos coisas boas demais!!!
    Bjuuu

    ResponderExcluir
  6. Carol o ITATIAIA não é longe nada !!! respeita minha terrinha kkkkk !!!

    Ariadne Santos

    ResponderExcluir
  7. Respeito demais Arrizinha, sua terrinha é MARA tem até pamonharia que vende cerveja...pensa???

    ResponderExcluir